Home
Carmen Lúcia Hussein é poeta e professora universitária. Doutora e com Pós-doutorado em Psicologia Escolar no Instituto de Psicologia na Universidade de São Paulo. Tem 23 livros sendo 1 livro traduzido em inglês, francês, espanhol e italiano. E 2 outros apenas em espanhol .Publicou 132 Antologias tendo 71 no exterior sendo 41 em países lusófonos e 15 em países latinos.

Pertence a Academias (7) ) e Associações (3) Internacionais:
  • Membro do Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Lisboa -PT;
  • Círculo Internacional de Escritores da Espanha;
  • Academia de Letras e Artes Valparaiso;
  • Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Buenos Aires;
  • Divine Académie Francaise des Arts Lettres et Culture-Paris;
  • Embaixadora - Academia de Letras do Brasil- Suíça;
  • Conselho Internacional dos Acadêmicos de Ciência, Letras e Artes – Coninter
  • Sociedade dos Poetas del Mundo - Santiago;
  • Associazione Culturale Internazionale Mandala- Milão;
  • World Poetry Society - Canadá.

    Pertence a 11 Academias Nacionais, como: Academia de Artes de Cabo Frio(RJ), Academia de Estudos e Pesquisas Literárias( RJ);Academia Luminescência Brasileira-(Araraquara); Clube dos Escritores de Piracicaba; Academia Taubateana de Letras (SP); Academia de Ciências ,Letras e Artes de Vitória((ES) ; Academia de Letras, Música e Artes de Salvado (Ba) ; Academia de Letras e Artes de Goiás Velho(Go) ; Academia de Letras Teófilo Otoni(MG); Academia Mineira de Belas Artes(MG); Academia de Letras e Artes de Fortaleza (Ce). Participa em 3 Associações Literárias Nacionais como a UBE(SP) ,Rebra(SP), Literarte (RJ.)

    Alguns livros estão divulgados em português e espanhol em Lisboa e em Santiago de Compostela,.Galícia. Publicou 165 poemas em 98 revistas e jornal sendo que 128 poesias em 67 jornais e revistas nacionais E 47 poesias divulgadas em 38 revistas e jornais no exterior. Publica na revista eisFluência,-Fenix,Lisboa,Pt; E noa Revista Varal do Brasil em Genebra e no Jornal Cultive em Genebra .E no Jornal Jaguaré (SP),na Revista do Clube de Escritores –(Piracicaba), no “O Experimental”- (Taubaté) e no JornalSalvador,(Bahia).. Publicou poemas no site (72),no blog(50) e no face book(14).

    Prêmios nacionais e no exterior recentes: Premio Melhores do Ano pela Literarte em jul/17 em Florianópolis. Prêmio “As Melhores Obras deste Século” dado a poesia (Ser Objeto”) pela Rebra sendo que ela participou na Antologia comemorativa de 18 anos em mar/2017. Medalha de Confreira da Cultura Coninter Artes. em dez/2016..Prêmio Machado de Assis de Honra ao Mérito Cultural pelo NLAL – Lisboa – P t em jan/ 2017. Altas Insígnias outorgadas pela Divine Académie (Paris)- Grande Embaixadora em abr/ 2016. Menção Honrosa dada a Poesia (Eternidade) no III Prêmio Varal do Brasil em Genebra, em nov/15. Prêmio Excelência pelo CMED e CIEE em Diáspora em jun/14.

    Alguns livros foram lançados:
  • na Livraria Cultura (2007;2008;2010;2012);
  • na Bienal do Livro de SP (2014;) e no RJ (2015);
  • na Feira de Frankfurt ( 2014; 2017);
  • no Salão do Livro de Genebra (2015);
  • no Salão de Paris (2015);
  • no Salão do Livro em Turim (2016);
  • no Pavilhão das Nações em Milão( 2016);
  • na 22ª Feira do Livro de Praga (2016);
  • na Feira Literária de Culturas Lusófonas em Caminha-Pt (2017);
  • Salão do Livro de Lisboa-Pt (2017);
  • Bienal de Culturas Lusófonas em Odivelas-Pt (2017).

    Participa na Enciclopédia de Artes Contemporâneas Lusófonas da Literarte divulgada em Lisboa 2014; na II Enciclopédia Internacional da Literarte ( Português /italianol) divulgada em 2015; na Enciclopédia bilíngue da Literarte (português/espanhol) em 2017 na Bienal de São Paulo; na I Enciclopédia de Escritores Brasileiros Contemporâneos (português /italiano/inglês feita pela ACIMA-Milão que será divulgada na Itália e nos países Europeus em 2017. Entrevista feita pela ACIMA em Milão e outras cidades italianas e outros países e pela Revista Divulga Escritor da Lusofonia em 2017.

    Thereza Oliveira Ribeiro que é a sua mãe teve a influencia nela por ser poetisa e escreve-la. Carmen Lúcia tem poesias com temática diversificada como amor, perda, saudades,. meditativas, religiosas, critico-sociais e de natureza. Tem ainda poesias expressas de modo lírico. Algumas delas tratam da fragilidade humana, da finitude da vida, do efêmero e da eternidade. As suas poesias meditativas realizam reflexões sobre a existência humana e o seu sentido. Ela expressa temas profundos e existenciais e trata dos dramas e incertezas da vida na sua obra que denota um lado humanista subjacente que é a filosofia existencialista (cristã ou não)..A sua poesia é simples, melódica e sincera.

    Nasceu em Taubaté e mora hoje em São Paulo. Seus livros estão á venda na Livraria Cultura e reeditados na Amazon.

    O cosmos
    Ao entender
    Que a luta é vã
    E a fuga é inútil
    Duas criaturas se completam
    E se amam
    São as galáxias
    É o cosmos
    É o infinito
    É Deus
    Em sua perfeita criação
    Que é a eternidade.  

    Eternidade
    Os que se amam
    Não se separam
    Estão ligados pelo amor
    Pela afinidade da alma
    Pelo pensamento
    Pelos interesses
    E pelo respeito às diferenças na forma de ser 
    Os que se amam
    Não se separam
    Estão ligados pelo amor
    Na vida
    Mesmo com a distância
    No espaço e no tempo
    Estão entrelaçadas suas almas 
    Os que se amam
    Não se separam
    Estão ligados pelo amor
    Não é só o corpo
    Que está próximo e unido
    No espaço e no tempo
    Estão ligados pelo amor 
    Os que se amam
    Não se separam
    Estão ligados pelo amor
    Não há passado, nem presente nem futuro
    É a eternidade no tempo
    Estão ligados pelo amor
    Infinito e eterno. 
     
    Dádiva
    Eu não o perdi
    Desde que nos separamos
    Eu o tenho no meu pensamento
    Nos meus sentimentos
    Nas lembranças
    Nas minhas orações
    E nas minhas poesias
    Eu não o perdi
    Eu o tenho no meu sentir.

    Quase 
    Ser que é quase ausente da beleza
    E da poesia na existência
    Quase não tem imaginação
    Criatividade
    Individualidade
    E interesses
    Ser massificado
    Ser tipificado
    Gosto padronizado
    Sem sensibilidade
    E vida espiritual
    Ser que não vê quase a beleza
    Da poesia
    E do lirismo na vida! 
     
    Outrora
    Eu havia perdido você
    O tempo passou
    Mas ainda a quero
    Como no passado
    Mas ainda a amo
    De você quero tudo
    A perfeição
    A beleza
    O amor
    E a realização do sonho
    Ainda a quero
    Como outrora
    Quando a conheci  
    Ser atomizado
     
    Homem moderno
    Ser pulverizado
    Quase desumanizado
    Pouco espiritualizado
    Carente de poesia
    E sentido de vida
    Homem moderno
    Homem consumo
    Fruto de propaganda
    E dos meios de comunicação
    Restrito na visão de mundo
    No espírito critico
    E imaginação
    Homem moderno
    Ser atomizado. 

    A felicidade
    A felicidade está na beleza
    Do céu enluarado e estrelado
    Do canto do sabiá
    Da flor colorida
    Do sorriso de uma criança
    Do sonho de amor e seu perfume
    Do encanto de dar amor
    E ajudar o outro
    De ler uma poesia
    E da singeleza de criar um poema
    De estar com você
    E do seu jeito denso e alegre de ser. 
     
    Quando
    Quando iniciares o dia deprimido
    Quando estiveres pessimista
    Quando estiveres triste e amargo
    E não vires mais beleza na vida
    Quando perderes a fé nas virtudes
    Nos amigos
    E no amor
    Então faça uma oração profunda
    Para obter fé e esperança
    E poder sorrir na vida ! 

    O mistério
    Tenho um sonho
    E uma estrela para alcançar!
    Que me ajudam a lidar com a vida
    E com a imaginação e a fantasia
    Tenho o divino
    Para lidar com os mistérios
    E a adversidade
    Se enxergar o mistério
    Posso aceitar o futuro
    Mesmo que seja incerto
    Sei que é a hora certa para mim
    Acreditar no mistério divino
    E ver algo de bom em tudo na vida
    Tenho uma estrela para alcançar! 

    www.livrariacultura.com.br / www.amazon.com
  •